Loading...
0/4

Hotel Massimo d’Azeglio

um Hotel Histórico no Coração da História.

Paixão

Em 1875, Maurizio Bettoja, apreciador de vinhos, boa comida e hotéis, abriu um restaurante mesmo por cima da sua adega que ainda hoje mantém mais de 30 000 garrafas de vinho e oferece um cenário único para jantares especiais à luz de velas.

Desde o final do século XIX, o hotel recebe hóspedes num cenário clássico e tem preservado o ambiente e estilo “Fin de Siècle” originais.
O Massimo d’Azeglio já recebeu muitas figuras históricas ilustres: o Rei da Sérvia, o herói da força aérea Francesco Baracca, Benito Mussolini, o General Diaz, Louis Armstrong, Pier Paolo Pasolini, Fausto Coppi, Mascagni e muitos outros.

As alusões ao Renascimento são inúmeras.

O hotel possui uma importantecoleção de pinturas e gravuras originais do período Renascentista (1860). Um autógrafo do Conde de Cavour, um autorretratode Massimo d’Azeglio com três dos seus desenhos sãoum testemunho das figuras históricas que contribuíram para a unificação da Itália.

5 pisos

O Hotel Massimo d’Azeglio tem 5 pisos, incluindo um piso destinado aos não fumadores.
Tem 185 quartos e um dos centros de Congressos mais importantes em Roma.
A Sala Risorgimento acolhe até 180 pessoas e está equipada com equipamento técnico topo de gama, tal como amplificação, gravação de áudio e vídeo, projeção, fotocopiadora, telefone, ar condicionado, acessoWi-Fi gratuito à Internet. A estação de comboios Termini, o metro, a estação de autocarros e o transporte pendular do aeroporto estão logo ao virar da esquina.